https://sodecristo.org.br/hejme/wp-content/uploads/2019/09/missao_esperanto_novo_site-300x201.jpgAs opiniões, ponto de vista de cada Ser humano, fundamental acessório no inter-atuar em nossa irmandade global, nas ideias que vão se delineando às paisagens das realidades, na vida de cada agrupamento; abrilhantam nossa Humanidade.

Cada ideia formada e aceita na efetivação dos feitos em nossa sociedade, se concretizou por inúmeros conceitos particulares, dissonantes a princípio, harmonizando à medida que o consenso aponta para a solução ideal.

De um lado, quando uma ideia está sendo aceita, observamos entre todas as pessoas que a comungam, ter diferenças em suas sugestões; contrapartidas que, dispostos a defender a causa, naturalmente se predispõe ao entendimento, cedendo aos argumentos de maior relevância. Do outro lado, quando a mesma ideia se diverge da primeira, não é diferente; esforços são aplicados, o espírito fraterno conduz ao entendimento comum: duas verdades…

Ambas as partes, tanto aprimoram em suas questões, que não havendo a mesma simpatia nos diálogos, para a efetivação final, como ocorreu na defesa de suas ideais escolhas, o diálogo chega a um ambiente umbrático, interminável túnel.

Em nossa causa Espírita, na questão Os Quatro Evangelhos, coordenados por JB Roustaing, ambas as partes zelavam pelos seus conceitos: enquanto uma, cuidava de preservar a tradição afetiva dos predecessores nas lutas das primeiras horas; a outra, velava pelas obras ilibadas do Mestre Leonês, na sua forma primordial.

A resolução de 10 de Agosto de 2019 tomada pela assembleia em reunião extraordinária promovida pela Federação Espírita Brasileira (FEB), solidariza os Espíritas diligentes, a Família Espírita; proporcionando o real valor em obras distintas.

A Doutrina de Kardec, Ciência fundamental, nos propicia os estudos, o livre pensar e agir para as melhores escolhas rumo ao progresso. As obras subsidiárias, corroboram para o desenvolvimento das ideias contidas nas bases da Doutrina Consoladora.

Humberto de Campos, divulgador sincero de notícias respeitáveis do Além, destaca os Espíritos encarnados, sérios colaboradores nas obras Espíritas, elaboradas e sintetizadas por Kardec, a desdobrarem pareceres essenciais, expandindo o nosso entendimento para as realidades do Futuro.

Livres, essas obras fornecem recursos enormes para o desbravamento de nossas mentes, conquanto rudes, mas aptas para o salto quântico rumo às realidades modernas, caminhando a passos iguais, compreendendo ser os impulsos necessários para o crescimento das almas confiadas ao Cristo.

Livres, elas nos apresentam argumentos realistas na Obra Divina; estudando, pesquisando, comparando, mantendo a mesma linha de importância, confirma a sabedoria e bondade de Jesus,

Livres, Os Quatro Evangelhos de João Batista Roustaing, ganhou voo mais alto, aos estudiosos desta Obra, que querem entender os mistérios e os milagres da revelação messiânica; os reinos vegetal e animal; compreender a formação e o desenvolvimento do corpo humano na ordem da criação; dos Mundos no cenário cósmico; a psicologia humana de um povo sofrido, porém orgulhoso; dos apóstolos, de Maria mãe de Jesus, João Batista, Paulo de Tarso; desdobramento de certos tratados espíritas; orientações para o nosso comportamento perante o Evangelho, uma transformação sincera, pela fé bem compreendida, frente à figura excelsa e autêntica do Cristo que, da vontade Divina, iniciou a formação do mundo num tempo que se perde nas eternidades.

Sob os mais vivos esclarecimentos, numa perfeita sincronia com as obras primas da Terceira Revelação, os Evangelhos de Jesus nesta obra mediúnica, se despe de toda roupagem que empana o seu brilho, numa dimensão sideral, degraus para maiores estágios na vida com Jesus. Motivo de tantas referências do Invisível.

Graças a Deus!!