https://sodecristo.org.br/hejme/wp-content/uploads/2019/05/grao_mostarda_novo_site-300x201.jpg31. O reino dos céus se assemelha ao grão de mostarda que um homem tomou e semeou no seu campo. — 32. Esse grão, que é a menor de todas as sementes, quando cresce, torna-se planta maior do que todas as outras, torna-se árvore em cujos ramos os pássaros do céu vêm habitar – Jesus“ (MATEUS: V)

Deus, Onisciente, deu inicio a ascensão moral ao seus filhos há mais de três milênios.

Um povo marcado pela tradição de tê-lo como um Deus cioso, que se manifesta pelos fenômenos, que dá seus avisos pela boca dos profetas, assim, por séculos. Chegou à idade de acrescentar em seus costumes, o amor a Deus respeitando o próximo, dando testemunho de fé, pelo comportamento, pelo raciocínio em obediência ao Decálogo.

Moisés, Espírito elevado, missionário, cumpriu árdua missão, com fé resoluta: libertar o povo Hebreu, mantido em regime de escravidão pelos romanos; receber de Deus, pelas mãos dos Espíritos superiores, por meio de manifestações espíritas: Os Dez Mandamentos e sensibilizar seu povo a aceitar as instruções recebidas.

Jesus, Espírito puro, governador do nosso Mundo, desceu à Terra iniciando a vida pública anunciando o seu propósito: cumprir a Lei de Deus e transmitir o código de conduta moral universal, divino, ampliando nossa capacidade de amar a Deus e ao próximo.

Espiritismo, Espírito Santo, falanges de Espíritos superiores se manifestam aos homens revelando o Mundo Espiritual, a relação com mundo físico, desenvolvendo os ensinos de Jesus, para a vida de harmonia entre os homens.

Eis o grãozinho de mostarda germinado e desenvolvido, que vai erguendo seus ramos e que, para se tornar uma árvore frondosa e frutífera será preciso trabalhar muito em nossos corações, assim como trabalham na alfabetização, com esmero e dedicação, desde a infância para que todos tenhamos uma sólida base, bem compreendida, da existência de Deus, nosso Criador e tê-lo, convicto, como ponto de chegada à perfeição.

Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo, o primeiro mandamento, o primeiro passo, bem manejado, no coração da criança, como ensino primordial, com base no Decálogo, conforme desenvolvidos nas páginas finais do quarto volume de Os Quatro Evangelhos, prepara o homem a sentir necessidade de assimilar o Evangelho de Jesus, com disposição, convencido de ser a continuação dos ensinos divinos, uma realidade eterna. Todos e quaisquer que sejam os meios adotados para firmar os ensinos de amar e respeitar Deus, o Grão de Mostarda, voltados para o crescimento moral do ser humano serão apreciados e tidos como matéria essencial no curriculum escolar para aproximar reta e vertiginosamente, o homem, ao reino dos Céus